https://religiousopinions.com
Slider Image

Ramayana épico hindu

O antigo poema épico indiano Ramayana é um dos mais importantes da literatura hindu. Segue-se as aventuras do Príncipe Rama enquanto ele resgata sua esposa Sita do demônio rei Ravana e ensina lições de moralidade e fé para os hindus do mundo todo.

Antecedentes e História

O Ramayana é um dos mais longos poemas épicos do hinduísmo, com mais de 24.000 versos. Embora suas origens precisas não sejam claras, o poeta Valmiki is geralmente acredita ter escrito o Ramayana no século V aC O texto é considerado um dos dois grandes épicos antigos da Índia, sendo o outro o Mahabharata.

Sinopse da História do Ramayana

Rama, o príncipe de Ayodhya, é o filho mais velho do rei Dasharatha e sua esposa Kaushalya. Embora Rama seja a escolha de seu pai para sucedê-lo, a segunda esposa do rei, Kaikei, quer ter seu próprio filho no trono. Ela planeja enviar Rama e sua esposa Sita para o exílio, onde permanecem por 14 anos.

Enquanto vivia na floresta, Sita é sequestrado pelo demônio rei Ravana, o governante de 10 cabeças de Lanka. Rama a persegue, ajudado por seu irmão Lakshmana e pelo poderoso macaco general - Hanuman. Eles atacam o exército de Ravana e conseguem matar o rei demônio, libertando Sita - depois de uma batalha feroz e reunindo-a com Rama.

Rama e Sita retornam a Ayodhya e são calorosamente recebidos pelos cidadãos do reino, onde governam por muitos anos e têm dois filhos. Por fim, Sita é acusada de ser infiel e deve passar por uma prova de fogo para provar sua castidade. Ela apela para a Mãe Terra e é salva, mas ela desaparece na imortalidade.

Temas principais

Apesar de suas ações no texto, Rama e Sita vêm incorporar os ideais do matrimônio através de sua devoção e amor um pelo outro. Rama inspira lealdade entre o seu povo pela sua nobreza, enquanto o auto-sacrifício de Sita é visto como a demonstração final da castidade. O irmão de Rama, Lakshmana, que escolheu ser exilado com seu irmão, incorpora a lealdade familiar, enquanto o desempenho de Hanuman no campo de batalha exemplifica bravura e nobreza.

Influência na Cultura Popular

Como no caso do Mahabharata, a influência do Ramayana se espalhou à medida que o hinduísmo se expandia pelo subcontinente indiano nos séculos posteriores à sua redação. A vitória de Rama sobre o mal é celebrada durante o feriado de Vijayadashami or ou Dussehra, que ocorre em setembro ou outubro, dependendo de quando cai durante o mês lunar lunar de Ashvin.

O drama popular Ramlila, que narra a história de Rama e Sita, é frequentemente apresentado durante o festival, e efígies de Ravana são queimadas para simbolizar a destruição do mal. O Ramayana também tem sido um tema frequente de filmes e minisséries de TV na Índia, bem como uma inspiração para artistas da antiguidade à contemporaneidade.

Leitura Adicional

Com mais de 24.000 versos e 50 capítulos, ler o Ramayana não é uma tarefa simples. Mas para a fé hindu e não-hindu, o poema épico é um clássico que vale a pena ler. Uma das melhores fontes para os leitores ocidentais é uma tradução de Steven Knapp, um hindu americano praticante com interesse na história da fé e na erudição.

9 Devocionais Práticos para Homens Cristãos

9 Devocionais Práticos para Homens Cristãos

Aum Shinrikyo: o culto do fim do mundo que atacou o sistema de metrô de Tóquio

Aum Shinrikyo: o culto do fim do mundo que atacou o sistema de metrô de Tóquio

Nomes favoritos do bebê Hindi para meninas

Nomes favoritos do bebê Hindi para meninas