https://religiousopinions.com
Slider Image

A vida do Padre Pio, santo católico

Padre Pio (nascido Francisco Forgione; 25 de maio de 1887 - 23 de setembro de 1968) foi um frade e monge católico que se tornou conhecido por suas experiências com estigmas: marcas físicas que se assemelham às feridas da crucificação. Os céticos desse fenômeno pressionaram o Vaticano a silenciá-lo, mas Padre Pio dedicou décadas ao seu ministério e foi canonizado como santo após sua morte.

Fatos Rápidos: Padre Pio

  • Nome : Francesco Forgione
  • Também conhecido como : Saint Pio of Pietrelcina
  • Conhecido por : Suas experiências com estigmas (marcas correspondentes às feridas da crucificação) e sua canonização como um santo em 2002.
  • Nascimento : 25 de maio de 1887 in Pietrelcina, Itália
  • Morreu em : 23 de setembro de 1968 em San Giovanni Rotondo, Itália
  • Educação : Estudou com a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos para se tornar um monge capuchinho.
  • Citações famosas: Pra "Ore, espere e não se preocupe."

Vida pregressa

Francisco Forgione era filho de uma família católica pobre mas devota em Pietrelcina, Itália. Desde a infância, ele preferiu orar por diversão, passando horas na igreja local com suas contas de Rosário. Começando com cinco anos de idade, ele começou a ter visões: Jesus, a Virgem Maria e outras aparições. Moradores apelidaram de "o pequeno santo".

Em 1897, Forgione met Fra Camillo, um monge capuchinho que percorria o campo pedindo esmolas aos pobres. Para entrar na ordem, ele precisava de mais educação do que as escolas da aldeia poderiam fornecer, então seu pai, Grazio, mudou-se para Nova York e depois para a Argentina, para ganhar o dinheiro extra. Em janeiro de 1903, Forgione tornou-se noviço no convento dos Capuchinhos, nas proximidades de Morcone. Ele tomou o nome de Pio em homenagem ao Papa Pio V.

Imediatamente, ele impressionou seus superiores como um estudante exemplar, mas alguns temiam que ele não sobrevivesse tempo suficiente para se tornar um padre. Ele sofreu repetidas febres altas, surtos de vômitos e períodos de insônia e delírio. Logo depois que ele foi ordenado em 1910, os capuchinhos decidiram mandá-lo para casa para sua mãe se recuperar. Ele ficou em Pietrelcina pelos próximos seis anos.

Em setembro de 1916, o Padre Pio foi ordenado ao convento de Nossa Senhora da Graça em San Giovanni Rotondo, uma pequena cidade montanhosa no sul da Itália. Ele ficou famoso por suas experiências com estigmas.

Visões e Estigmas

Em 5 de agosto de 1918, enquanto ouvia as confissões de seus alunos do seminário, Padre Pio teve uma visão de uma figura carregando uma espada flamejante. A figura empurrou a espada para o lado, o que resultou em uma ferida física.

Pouco mais de um mês depois, em 20 de setembro, o Padre Pio estava profundamente em oração quando viu uma visão de Jesus, com o sangue fluindo de suas mãos, pés e lado. Pio disse mais tarde que a visão o assustou, e a sensação era indescritível. Quando a visão terminou, ele viu sangue escorrendo de suas próprias mãos, pés e lado.

O Padre Pio experimentou estigmas, correspondentes às feridas que Jesus sofreu durante a Crucificação, durante toda a sua vida. Os estigmas são considerados um sinal de favor divino, mas o padre Pio ficou embaraçado com eles. Ele orou para que Jesus abandonasse a dor, mas tirasse os sinais visíveis. No entanto, as feridas permaneceram pelo próximo meio século e, com o tempo, ele passou a acreditar que as feridas lhe davam força.

Controvérsia

Apesar de seus esforços para esconder as marcas, as notícias sobre os estigmas do Padre Pio se espalharam e os fiéis logo se reuniram em seu convento isolado. Muitos dos fiéis acreditavam que o Padre Pio era capaz de ler mentes e corações, curar doentes e feridos, falar em línguas e existir em dois lugares ao mesmo tempo.

Desde o início, Padre Pio drew tanto apoiadores apaixonados quanto detratores vocais. Muitos acreditavam que ele era um santo vivo. Outros acreditavam que ele era uma fraude que mantinha suas feridas auto-infligidas abertas com gotas de ácido. Seus detratores começaram a se reportar ao Vaticano, e o Vaticano logo ordenou que o Padre Pio parasse de falar em massa em público.

Padre Pio também foi impedido de dar bênçãos, ouvir confissões ou responder a correspondências. Oficiais do Vaticano ameaçaram movê-lo para um convento ainda mais remoto para mantê-lo fora da vista do público. Investigações em seus estigmas foram lançadas, mas nunca identificaram uma causa clara para suas feridas.

Vida mais tarde

Com o passar do tempo, as opiniões em relação ao monge mudaram. Em 1933, o Papa Pio XI afrouxou as restrições ao Padre Pio. Libertado de sua solidão, Padre Pio embarcou em um extraordinário ministério de 35 anos.

Ele dormia menos de quatro horas por noite e jejuava com frequência, mas, de alguma forma, tinha energia para conduzir missas com duração de horas e passar até 15 horas por dia ouvindo confissões.

Em 1956, o Padre Pio levantou os fundos para um hospital para os necessitados: Casa Sollievo della Sofferenza (Casa para o alívio do sofrimento). O Vaticano concedeu-lhe dispensação de seu voto de pobreza para que ele pudesse administrar a instalação.

Como diretor espiritual, o Padre Pio acreditava na simplicidade. Ele tinha cinco regras para os fiéis: comunhão diária, confissão semanal, meditação, leitura espiritual e exame da própria consciência. Ele resumiu sua filosofia como "rezar, esperar e não se preocupar".

Morte e Santidade

Padre Pio morreu em 23 de setembro de 1968, 50 anos e dois dias depois de receber seus estigmas. Aqueles que viram Padre Pio em suas últimas horas disseram que suas feridas sararam nas horas que antecederam sua morte.

Havia pouca dúvida de que Pio seria nomeado santo. O Papa João Paulo II, que o conhecera e admirara em vida, declarou-o São Pio de Pietrelcina. A cerimônia de canonização atraiu uma multidão de 300.000 fiéis. Hoje, ele é um dos santos mais populares do mundo.

Fontes

  • Allegri, Renzo. Padre Pio: um homem de esperança . Livros Charis, 2000
  • Castelli, Francesco et al. Padre Pio sob investigação: os arquivos secretos do Vaticano . Ignatius Press, 2011.
  • Luzzatto, Sergio. Padre Pio: Milagres e política em uma era secular . Picador, 2012.
O Grande Cisma de 1054 e a divisão do cristianismo

O Grande Cisma de 1054 e a divisão do cristianismo

Qual é a definição de iníquo na Bíblia?

Qual é a definição de iníquo na Bíblia?

George Whitefield, Evangelista Encantador do Grande Despertar

George Whitefield, Evangelista Encantador do Grande Despertar