https://religiousopinions.com
Slider Image

Cristãos devem celebrar o Halloween?

Todo mês de outubro, surge uma questão polêmica: "Os cristãos devem celebrar o Halloween?" Sem referências diretas ao Halloween na Bíblia, resolver o debate pode ser um desafio. Como os cristãos devem se aproximar do Halloween? Existe uma maneira bíblica de observar este feriado secular?

O dilema sobre o Halloween pode ser uma questão romana, ou um "assunto disputável". Estas são questões que carecem de direção específica da Bíblia. Em última análise, os cristãos devem decidir por si mesmos e seguir suas próprias convicções.

Vamos explorar o que a Bíblia diz sobre o Halloween e compilar alguns alimentos para pensar para ajudá-lo a decidir por si mesmo.

Tratar ou recuar?

Perspectivas cristãs no Halloween estão fortemente divididas. Alguns sentem completa liberdade para observar o feriado, enquanto outros correm e se escondem dele. Muitos optam por boicotá-lo ou ignorá-lo, enquanto um número o celebra através de observâncias positivas e imaginativas ou alternativas cristãs ao Halloween. Alguns até aproveitam as oportunidades evangelísticas do Dia das Bruxas.

Algumas das celebrações populares de hoje associadas ao Halloween têm raízes pagãs decorrentes do antigo festival Celta, o Samhain. Este festival de colheita dos druidas inaugurou o Ano Novo, começando na noite de 31 de outubro com a iluminação de fogueiras e oferendas de sacrifícios. Enquanto os druidas dançavam em volta das fogueiras, celebravam o fim do verão e o começo da estação das trevas. Acreditava-se que nesta época do ano as "portas" invisíveis entre o mundo natural e o mundo espiritual se abririam, permitindo o livre movimento entre os dois mundos.

Durante o século VIII na diocese de Roma, o papa Gregório III transferiu o Dia de Todos os Santos para 1º de novembro, oficialmente fazendo a 31 de outubro "All Hallows Eve", dizem alguns, como uma maneira de reivindicar a celebração para os cristãos. No entanto, esta festa comemorativa do martírio dos santos já havia sido celebrada pelos cristãos por muitos séculos antes desta época. Papa Gregório IV ampliou a festa para incluir toda a Igreja. Inevitavelmente, algumas práticas pagãs associadas à temporada persistiram e se misturaram nas comemorações modernas do Halloween.

O que a Bíblia diz sobre o Halloween?

Efésios 5: 7-12
Não participem das coisas que essas pessoas fazem. ”Por uma vez você estava cheio de escuridão, mas agora você tem luz do Senhor. Então viva como pessoas de luz! Pois esta luz dentro de você produz apenas o que é bom, certo e verdadeiro.
Determine cuidadosamente o que agrada ao Senhor. Não participe dos atos inúteis do mal e das trevas; em vez disso, exponha-os. É vergonhoso até mesmo falar sobre as coisas que as pessoas ímpias fazem em segredo. (NLT)

Muitos cristãos acreditam que participar do Halloween é uma forma de envolvimento nos atos inúteis do mal e da escuridão. No entanto, muitos consideram as atividades modernas do Dia das Bruxas da maior parte para ser divertido inofensivo.

Alguns cristãos estão tentando se retirar do mundo? Ignorar o Halloween ou celebrá-lo apenas com os crentes não é exatamente uma abordagem evangélica. Não deveríamos "nos tornar todas as coisas para todos os homens, para que por todos os meios possíveis" pudéssemos salvar alguns? (1 Coríntios 9:22)

Deuteronômio 18: 10-12
Por exemplo, nunca sacrifique seu filho ou filha como uma oferta queimada. E não permita que seu povo pratique adivinhação ou feitiçaria, ou permita que eles interpretem presságios, ou se envolvam em feitiçaria, ou conjurem feitiços, ou funcionem como médiuns ou médiuns, ou invoquem os espíritos dos mortos. Qualquer um que faz essas coisas é um objeto de horror e desgosto para o Senhor. (NLT)

Esses versículos deixam claro o que um cristão não deveria fazer. Mas quantos cristãos estão sacrificando seus filhos como holocaustos no Halloween? Quantos estão chamando os espíritos dos mortos?

Você pode encontrar versos similares da Bíblia, mas nenhum adverte especificamente contra a observação do Dia das Bruxas.

E se você veio para a fé cristã a partir de um fundo no ocultismo? E se, antes de se tornar cristão, você praticasse alguns desses atos sombrios? Talvez se abstenha do Halloween e de suas atividades seja a resposta mais segura e apropriada para você como indivíduo.

Repensando o Dia das Bruxas

Como cristãos, por que estamos aqui neste mundo? Estamos aqui para viver em um ambiente seguro e protegido, protegido contra os males do mundo, ou somos chamados a alcançar um mundo cheio de perigos e ser a luz de Cristo?

Halloween traz pessoas do mundo para as nossas portas. Halloween traz nossos vizinhos para as ruas. Que grande oportunidade para desenvolver novos relacionamentos e compartilhar nossa fé.

É possível que nossa negatividade em relação ao Halloween apenas afaste as pessoas que buscamos alcançar? Podemos estar no mundo, mas não no mundo?

Resolvendo a Questão do Dia das Bruxas

À luz das Escrituras, considere cuidadosamente a conveniência de julgar outro cristão por observar o Halloween. Nós não sabemos por que outra pessoa participa do feriado ou porque não. Não podemos julgar com precisão as motivações e intenções do coração de outra pessoa.

Talvez a resposta cristã apropriada ao Halloween seja estudar o assunto por si mesmo e seguir as convicções do seu próprio coração. Deixe que os outros façam o mesmo sem condenação de você.

É possível que não exista uma resposta certa ou errada ao dilema de Halloween? Talvez nossas convicções devam ser buscadas individualmente, encontradas independentemente e seguidas pessoalmente.

Marie Laveau, Misteriosa Voodoo Queen of New Orleans

Marie Laveau, Misteriosa Voodoo Queen of New Orleans

Como criar laços de oração tradicional nativo americano

Como criar laços de oração tradicional nativo americano

Deuses dos gregos antigos

Deuses dos gregos antigos