https://religiousopinions.com
Slider Image

Leituras das Escrituras para a Primeira Semana do Advento

Adventista marca o início do novo ano litúrgico. A Igreja, em sua sabedoria e guiada pelo Espírito Santo, nos deu o “ano litúrgico” para nos aproximar cada vez mais de Deus. Ano após ano, seguimos o mesmo caminho, através da preparação para a vinda de Cristo, até o Seu nascimento em Natal, através dos dias preliminares de Seu ministério e da revelação de Sua divindade na Epifania e no Batismo da Senhor, através de nossos preparativos na adoração para a morte de Cristo na Sexta-Feira Santa e Sua ressurreição na Páscoa, e para a Ascensão e a estação do Pentecostes, antes da longa, ande devagar pelos ensinamentos morais de Cristo no tempo comum, até a festa de Cristo Rei, o último domingo antes que tudo comece novamente.

Para o observador externo - e muitas vezes para nós - pode parecer que estamos simplesmente andando em círculos. Mas nós não somos - ou pelo menos não deveríamos estar. Cada viagem através do ano litúrgico deve ser um pouco como caminhar em um caminho ao redor e subir uma montanha: cada revolução deve nos encontrar um pouco mais perto do nosso objetivo do que estávamos no ano anterior. E esse objetivo, naturalmente, é a própria vida - a plenitude da vida na presença de Deus no céu.

Durante o Advento, devemos passar algum tempo - até mesmo cinco minutos por dia - com as seguintes leituras das Escrituras. Extraído do livro do Antigo Testamento do profeta Isaías, eles enfatizam a necessidade de arrependimento e conversão espiritual e a extensão da salvação de Israel a todas as nações. Como ouvimos Isaías chamar Israel para a conversão, devemos pensar sobre as coisas que sabemos que precisamos deixar de fazer e resolver removê-los de nossas vidas neste Advento, para preparar nossas almas para a vinda de Cristo.

As leituras de cada dia da Primeira Semana de Advento encontradas nas páginas seguintes, vêm do Ofício das Leituras, parte da Liturgia das Horas, a oração oficial da Igreja.

Leitura das Escrituras para o primeiro domingo do Advento

Albert do de Pontternal de Sternberk, biblioteca do monastério de Strahov, Praga, república checa. Fred de Noyelle / Getty Images

No primeiro domingo de Advento, lemos o início do livro de Isaías, onde o profeta fala na voz de Deus e chama o povo de Israel ao arrependimento, preparando-o para a vinda de Seu Filho. Mas o povo do Antigo Testamento de Israel também representa a Igreja do Novo Testamento, então o chamado ao arrependimento também se aplica a nós. Cristo já veio, no primeiro Natal; mas Ele está voltando no final dos tempos e precisamos preparar nossas almas.

Precisamos "deixar de fazer o mal e aprender a fazer o bem", e Isaías menciona atos específicos de caridade que poderíamos levar a sério nesta época do Advento: ajudar aqueles que são oprimidos, pela pobreza ou injustiça; aliviar os órfãos; cuidar de viúvas. Nossas obras fluem da nossa fé e são um sinal dessa fé. Mas, como o apóstolo Tiago declarou: "Fé sem obras está morta".

Isaías 1: 1-18


A visão de Isaías, filho de Amós I, a respeito de Judá e Jerusalém, nos dias de Ozias, Joatã, Acaz e Ezequias, reis de Judá.
Ouve, ó céus, e dá ouvidos, ó terra, porque o Senhor falou. Eu criei filhos e exaltei-os; mas eles me desprezaram. O boi conhece o seu dono, e o jumento o presépio do seu senhor; mas Israel não me conheceu, e o meu povo não o compreendeu.
Ai da nação pecaminosa, povo carregado de iniqüidade, uma semente iníqua, filhos sem graça; eles abandonaram o Senhor, blasfemaram o Santo de Israel, foram embora para trás.
Pois que mais te ferirei a ti que aumentas a transgressão? toda a cabeça está doente e todo o coração está triste. Da sola do pé até o topo da cabeça, não há solidez nela: feridas e contusões e inchaços: não são amarrados, nem vestidos, nem fomentados com óleo.
A tua terra está desolada, as tuas cidades estão queimadas de fogo; os teus pais, os estrangeiros, devoram diante do teu rosto, e ficarão desolados, como foram despojados pelos inimigos.
E a filha de Sião será deixada como um esconderijo em um vinhedo, e como uma loja em um jardim de pepinos, e como uma cidade que é devastada. Exceto pelo fato de o Senhor dos Exércitos nos deixar sementes, nós fomos como Sodoma, e deveríamos ter sido como Gomorrha.
Ouvi a palavra do Senhor, governadores de Sodoma, dai ouvidos à lei do nosso Deus, ó povo de Gomorra.
Com que propósito você me oferece a multidão de suas vítimas, diz o Senhor? Estou cheio, não desejo holocaustos de carneiros, nem gordura de animais fatiados, nem sangue de bezerros, nem cordeiros, nem cabritos. Quando você veio para aparecer diante de mim, quem exigia essas coisas em suas mãos, que você deveria andar nos meus tribunais? Ofereça sacrifício não mais em vão: o incenso é um livro de abominação. As novas luas e os sábados e outros festivais eu não suportarei, suas assembleias são más. A minha alma odeia as vossas novas luas e as vossas solenidades: elas tornam-se problemáticas para mim, estou cansado de as suportar. E quando estenderes as tuas mãos, apartarei os meus olhos de ti e, multiplicando a oração, não ouvirei; porque vossas mãos estão cheias de sangue.
Lave-se, esteja limpo, tire o mal dos seus artifícios dos meus olhos: deixa de fazer perversamente, aprende a fazer o bem: busca o juízo, livra o oprimido, julga pelo órfão, defende a viúva.
Então vem e me acusa, diz o Senhor: Se os vossos pecados são como a escarlate, serão reduzidos como a neve; e, se forem vermelhos como o carmesim, serão brancos como a lã.

Segunda-feira da primeira semana do advento

Homem folheando uma Bíblia. Peter Glass / Imagens de design / Getty Images

Enquanto avançamos, continuamos lendo do profeta Isaías. Na leitura da primeira segunda-feira do Advento, Isaías continua a chamar Israel, e Deus revela Seu plano de refazer Israel, purificando-a para que ela seja a cidade brilhante sobre uma colina, para a qual homens de todas as nações se voltarão. Essa refeita Israel é a Igreja do Novo Testamento, e é a vinda de Cristo que a refaz.

Isaías 1: 21-27, 2: 1-5
Como é que a cidade fiel, que era cheia de juízo, tornou-se prostituta? a justiça habitava nela, mas agora assassinos. A tua prata se tornou em roupa; o teu vinho está misturado com água. Teus príncipes são infiéis, companheiros de ladrões: todos amam subornos, correm atrás de recompensas. Eles não julgam pelos órfãos, e a viúva não lhes vem.
Portanto, diz o Senhor Deus dos exércitos, o poderoso de Israel: Ah! Eu me confortarei com meus adversários e serei vingado de meus inimigos. E eu te voltarei a minha mão, e limparei e tirarei o teu vestido, e tirarei todo o teu estanho. E eu restaurarei os teus juízes se eles eram antes, e os teus conselheiros como antigamente. Depois disto serás chamada a cidade dos justos, cidade fiel. Sião será redimida em juízo, e eles a trarão de volta na justiça.
A palavra que Isaías, filho de Amós, viu, concernente a Judá e a Jerusalém.
E nos últimos dias a montanha da casa do Senhor será preparada no topo das montanhas, e será exaltada acima dos montes, e todas as nações fluirão para ela.
E muitas pessoas irão e dirão: Vem e subamos ao monte do Senhor e à casa do Deus de Jacó, e ele nos ensinará os seus caminhos, e nós andaremos nas suas veredas. a lei sairá de Sião, ea palavra do Senhor de Jerusalém.
E julgará os gentios, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; a nação não levantará a espada contra nação, nem serão mais exercitados para a guerra.
Ó casa de Jacó, vem, e caminhamos na luz do Senhor.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)

Leitura das Escrituras para a terça-feira da primeira semana do Advento

Uma Bíblia de folha de ouro. Jill Fromer / Getty Images

O julgamento de Deus

O profeta Isaías continua o tema do julgamento de Israel na leitura da primeira terça-feira do Advento. Por causa dos pecados do povo, Deus humilhará Israel, e somente o "broto do Senhor" Cristo brilhará na glória.

Quando Cristo vier, Israel será purificado. Visto que Cristo vem tanto em Seu nascimento como na Segunda Vinda, e visto que o Israel do Antigo Testamento é um tipo da Igreja do Novo Testamento, a profecia de Isaías também se aplica à Segunda Vinda. Durante o Advento, não apenas nos preparamos para o nascimento de Cristo; nós preparamos nossas almas para o julgamento final.

Isaías 2: 6-22;: 4: 2-6


Porque tu rejeitasaste o teu povo, a casa de Jacó; porque estão cheios como antigamente, têm adivinhadores como os filisteus e se apegam a estranhos filhos. A sua terra está cheia de prata e ouro; e não há fim para os seus tesouros. E a sua terra está cheia de cavalos; e os seus carros são inumeráveis. A terra deles também está cheia de ídolos: eles adoraram o trabalho de suas próprias mãos, que seus próprios dedos fizeram.
E o homem se abaixou e o homem foi humilhado; por isso, não os perdoes. Entra na rocha e esconde-te no abismo, da face do temor do Senhor e da glória da sua majestade.
Os olhos altaneiros do homem são humilhados, e a altivez dos homens será inclinada; e só o Senhor será exaltado naquele dia. Porque o dia do Senhor dos exércitos será sobre qualquer que for orgulhoso e orgulhoso, e sobre todo o que é arrogante, e será humilhado. E sobre todos os altos e sublimes cedros do Líbano e sobre todos os carvalhos de Basã. E sobre todas as altas montanhas e sobre todas as colinas elevadas. E sobre toda torre alta e toda muralha cercada. E sobre todos os navios de Tharsis e sobre tudo o que é justo de se ver.
E a altivez dos homens será abatida, e a altivez dos homens será humilhada, e só o Senhor será exaltado naquele dia. E os ídolos serão totalmente destruídos. E entrarão nas cavernas das rochas e nas cavernas da terra, da face do temor do Senhor e da glória da sua majestade, quando ele se levantar para ferir a terra. Naquele dia o homem perderá os ídolos de prata e os ídolos de ouro que ele mesmo adorara, moles e morcegos.
E ele entrará nas fendas das rochas e nas fendas das pedras, da face do temor do Senhor e da glória da sua majestade, quando ele se levantar para ferir a terra.
Portanto cessai do homem cujo fôlego está nas suas narinas, porque é reputado alto.
Naquele dia o renovo do Senhor será em magnificência e glória, e o fruto da terra será alto, e grande alegria para os que escaparam de Israel. E será que todo aquele que for deixado em Sião, e ficar em Jerusalém, será chamado santo, todo aquele que está escrito em vida em Jerusalém.
Se o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião, e lavar o sangue de Jerusalém do meio dela, com o espírito de justiça e com o espírito de ardor. E o Senhor criará sobre todos os lugares do monte Sião, e para onde é chamado, uma nuvem durante o dia, e uma fumaça e o brilho de um fogo flamejante de noite: para toda a glória haverá proteção. E haverá um tabernáculo para a sombra do dia, do calor, e para a segurança e cobertura do redemoinho e da chuva.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)

Leitura das Escrituras para quarta-feira da primeira semana do Advento

Um padre com um lecionário. Indefinido

O vinhedo do senhor

Uma das razões pelas quais a Igreja prescreve leituras do profeta Isaías para Adventé é que nenhum outro escritor do Antigo Testamento prediga mais plenamente a vida de Cristo.

Nesta passagem para a primeira quarta-feira do Advento, Isaías discute a vinha que o Senhor construiu - a casa de Israel. Aqueles para quem a vinha foi construída não se importaram com ela, e ela produziu apenas uvas selvagens. A passagem chama a atenção para a parábola da vinha de Cristo, na qual o dono da vinha envia seu único filho para supervisionar a vinha, e os trabalhadores da vinha o matam, prenunciando a própria morte de Cristo.

Isaías 5: 1-7 (Douay-Rheims 1899 American Edition)


Eu cantarei ao meu amado o cântico da minha prima sobre a sua vinha. Minha amada tinha uma vinha em uma colina em um lugar frutífero. E ele cercou isto, e tirou as pedras disto, e plantou isto com as videiras mais escolhidas, e construiu uma torre no meio disto, e montou um lagar nele: e ele olhou que deveria trazer uvas, e isto trouxe uvas selvagens.
E agora, ó habitantes de Jerusalém, e homens de Judá, julgais entre mim e a minha vinha. O que é que eu devo fazer mais para a minha vinha, que eu não fiz para ela? Porventura olhei para que produzisse uvas e produzisse uvas bravas?
E agora te mostrarei o que farei à minha vinha. Tirarei a sua sebe, e será desperdiçada; derribarei a sua parede, e ela será pisada. E eu a farei uma desolação: não será podada, e não será escavada, mas sarças e espinhos surgirão: e eu ordenarei às nuvens que não chovem chuva sobre ela.
Porque a vinha do Senhor dos exércitos é a casa de Israel: e o homem de Judá, a sua planta aprazível; e tenho preparado que ele julgue, e observe a iniquidade; e faça justiça, e eis um clamor.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)

Leitura bíblica para a quinta-feira da primeira semana do Advento

Bíblia antiga em latim. Myron / Getty Images

Zion, o refúgio de todas as nações

Nessa “leitura” da primeira quinta-feira do Advento, vemos Isaías profetizando a purificação do Israel do Antigo Testamento. O Povo Escolhido desperdiçou sua herança e agora Deus está abrindo a porta da salvação para todas as nações. Israel sobrevive como a Igreja do Novo Testamento; e sobre ela se senta um juiz justo, Jesus Cristo.

Isaías 16: 1-5; 17: 4-8


Envia, ó Senhor, o cordeiro, o governante da terra, desde Petra do deserto, até o monte da filha de Sião. E acontecerá que, como uma ave fugindo, e como jovens fugindo do ninho, assim as filhas de Moabe estarão na passagem de Arnon.
Tome conselho, reúna um conselho: faça a tua sombra como a noite ao meio dia: esconda aqueles que fogem, e não traia os que vagam. Os meus fugitivos habitarão contigo; ó Moabe, esconde-te da face do destruidor; porque o pó acabou, o desgraçado está consumido; ele fracassou, pisou a terra debaixo da terra.
E um trono será preparado em misericórdia, e se assentará sobre ele em verdade no tabernáculo de Davi, julgando e buscando juízo e rapidamente fazendo o que é justo.
E acontecerá naquele dia que a glória de Jacó se desfará, e a gordura de sua carne crescerá. E será como quando se reúne na seara o que permanece; e o seu braço recolhe os espigas; e será como o que procura ouvidos no vale de Rafaé. E o fruto que sobrar sobre ela será como um cacho de uvas, e como o tremor da oliveira, duas ou três frutas no cimo de um galho, ou quatro ou cinco no cimo da árvore, diz o Senhor Deus de Israel.
Naquele dia o homem se inclinará ao seu Criador, e seus olhos olharão para o Santo de Israel.
E não olhará para os altares que suas mãos fizeram; e não terá respeito pelas coisas que seus dedos fizeram, como bosques e templos.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)

Leitura das Escrituras para sexta-feira da primeira semana do Advento

Bíblia antiga em inglês. Godong / Getty Images

A conversão do Egito e da Assíria

O profeta Isaías continua com o tema da conversão das nações na leitura da primeira sexta-feira do Advento. Com a vinda de Cristo, a salvação não está mais confinada a Israel. O Egito, cuja escravização dos israelitas representava a escuridão do pecado, será convertido, assim como a Assíria. O amor de Cristo abrange todas as nações, e todos são bem-vindos no Novo Testamento, Israel, a Igreja.

Isaías 19: 16-25 (Douay-Rheims 1899 American Edition)


Naquele dia o Egito será como as mulheres, e se espantarão, e temerarão, por causa da movimentação da mão do Senhor dos exércitos, pela qual ele se moverá sobre ela. E a terra de Judá será um terror para o Egito; todo aquele que se lembrar dela tremerá por causa do conselho do Senhor dos exércitos, o qual ele determinou a seu respeito.
Naquele dia haverá cinco cidades na terra do Egito, falando a língua de Canaã, e jurando pelo Senhor dos exércitos: uma será chamada a cidade do sol.
Naquele dia haverá um altar do Senhor no meio da terra do Egito, e um monumento do Senhor nas suas fronteiras: Será por sinal e por testemunho ao Senhor dos Exércitos na terra. do Egito. Porque clamarão ao Senhor por causa do opressor, e ele lhes enviará um Salvador e um defensor para libertá-los. E o Senhor será conhecido pelo Egito, e os egípcios conhecerão o Senhor naquele dia e o adorarão com sacrifícios e ofertas; e farão votos para o Senhor e os cumprirão. E o Senhor atacará o Egito com um flagelo, e curá-lo-á e eles voltarão para o Senhor, e ele será pacificado em direção a eles e os curará.
Naquele dia haverá um caminho do Egito para os assírios, e os assírios entrarão no Egito, e os egípcios para os assírios, e os egípcios servirão os assírios.
Naquele dia Israel será o terceiro para os egípcios e assírios: uma bênção no meio da terra que o Senhor dos exércitos abençoou, dizendo: Bendito seja o meu povo do Egito, e obra das minhas mãos para os assírios. : mas Israel é minha herança.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)

Leitura das Escrituras para o Sábado da Primeira Semana do Advento

Evangelhos de St. Chad na Catedral de Lichfield. Philip Game / Getty Images

A queda da Babilônia

A profecia de Isaías prediz a vinda de Cristo e seu triunfo sobre o pecado. Na leitura do primeiro sábado do Advento, a Babilônia, símbolo do pecado e da idolatria, caiu. Como o vigia, neste Advento esperamos o triunfo do Senhor.

Isaías 21: 6-12


Pois assim me disse o Senhor: Vai, e marca um vigia; e tudo quanto ele ver, conte. E ele viu uma carruagem com dois cavaleiros, um cavaleiro sobre um jumento e um cavaleiro sobre um camelo; e ele os viu diligentemente com muita atenção.
E um leão clamou: Eu estou sobre a torre de vigia do Senhor, permanecendo de pé durante o dia; e estou na minha ala, permanecendo noites inteiras.
Eis que este homem vem, o cavaleiro no carro com dois cavaleiros, e ele respondeu, e disse: caiu-se Babilônia, ela caiu, e todos os deuses de escultura foram quebrados por terra.
Ó meu espancamento e aos filhos da minha porta, o que ouvi do Senhor dos exércitos, o Deus de Israel, eu vos declarei.
O peso da Duma me chama de Seir: Watchman, e os oito? Vigia, qual a da noite? O vigia disse: Chega a manhã e também a noite: se procuras, procura: volta, vem.
  • Fonte: Douay-Rheims 1899 Edição Americana da Bíblia (no domínio público)
Biografia do Thomas à Kempis

Biografia do Thomas à Kempis

Auto tratamento de reflexologia de 10 passos

Auto tratamento de reflexologia de 10 passos

O que ver o rosto de Deus significa na Bíblia

O que ver o rosto de Deus significa na Bíblia