https://religiousopinions.com
Slider Image

Antes das Cruzadas: 350 - 1095

Lançada pelo Papa Urbano II no Concílio de Clermont em 1095, a Primeira Cruzada foi a mais bem-sucedida. Urban fez um discurso dramático pedindo aos cristãos que se aproximassem da Jerusalém e tornassem seguro para os peregrinos cristãos tirá-lo dos muçulmanos. Os exércitos da Primeira Cruzada partiram em 1096 e capturaram Jerusalém em 1099. A partir dessas terras conquistadas, os cruzados conquistaram pequenos reinos para si mesmos, que perduraram por algum tempo, embora não o suficiente para causar um impacto real sobre a cultura local.

0355 Depois de remover um templo romano do local (possivelmente o Templo de Afrodite construído por Adriano), Constantino I tem a Igreja do Santo Sepulcro construída em Jerusalém. Construída em torno da colina escavada da Crucificação, conta a lenda que a mãe de Constantino, Helena, descobriu a Verdadeira Cruz aqui.

0613 persas capturam Damasco e Antioch

0614 persas saquearJerusalem. danificando a Igreja do Santo Sepulcro no processo.

0633 Os muçulmanos conquistam Syria and Iraq.

0634 - 0644 Umar (c. 0591 - 0644) reina como o segundo califa.

0635 Muçulmanos começam a conquista da Pérsia e da Síria.

0635 Os muçulmanos árabes capturam a cidade de Damasco dos bizantinos.

20 de agosto de 0636 Batalha de Yarmuk (também: Yarmuq, Hieromyax): Após a captura muçulmana de Damasco e Edessa, o Byzantine Emperor Heraclius organiza um grande exército que consegue retomar o controle dessas cidades. No entanto, o comandante bizantino, Ba nes é derrotado por forças muçulmanas sob Khalid ibn Walid em uma batalha no vale do rio Yarmuk, nos arredores de Damasco. Isso deixa tudo Syria open para a dominação árabe. 0637 Os árabes ocupam a capital persa de Ctesifonte. Por volta de 0651, todo o reino persa ficaria sob o domínio do Islã e continuaria sua expansão para o oeste.

0637 Síriais conquistadas pelas forças muçulmanas.

Jerusalém fica a invadir as forças muçulmanas.

0638 Caliph Umar I enters Jerusalem.

0639 Os muçulmanos conquistam o Egito e a Pérsia.

0641 O Islã se espalha no Egito. O arcebispo católico convida os muçulmanos a ajudar a libertar o Egito dos opressores romanos.

0641 Sob a liderança de Abd-al-Rahman, os muçulmanos conquistam áreas do sul do Azerbaijão, Daguestão, Geórgia e Armênia.

0641 Sob a liderança de Amr ibn al-As, os muçulmanos conquistam a “Bizantina de Alexandria no Egito”. Amr proíbe o saque da cidade e proclama liberdade de culto para todos. Segundo alguns relatos, ele também tem o que restou da Grande Biblioteca queimada no ano seguinte. Al-As cria a primeira cidade muçulmana no Egito, al-Fustat, e constrói lá a primeira mesquita no Egito.

0644 O líder muçulmano Umar morre e é sucedido pelo califa Uthman, um membro da família 'Omyad' que rejeitou as profecias de Maomé. Surgem comícios para apoiar Ali, o primo de Mohammad e genro, como califa. Uthman lança invasões a oeste no norte da África.

0649 Muawiya I, membro da família omíada, lidera uma incursão contra Chipre, saqueando a capital Salamis-Constantia após um curto cerco e saqueando o resto da ilha.

0652 A Sicília é atacada por muçulmanos que saem da Tunísia (denominada Ifriqiya pelos muçulmanos, nome dado posteriormente a todo o continente da África).

0653 Muawiya I lidera uma incursão contra Rhodes, pegando as peças restantes do Colosso de Rodes (uma das Sete Maravilhas do mundo antigo) e enviando-o de volta para a Síria para ser vendido como sucata de metal.

0654 Muawiya I conquista Chipre e coloca ali uma grande guarnição. A ilha permaneceria em mãos muçulmanas até 0966.

0655 Batalha dos Mastros : Em uma das únicas vitórias navais muçulmanas em toda a história do Islã, as forças muçulmanas sob o comando de Uthman bin Affan derrotaram as Forças Bizantinas sob o Imperador Constant II. A batalha acontece ao largo da costa da Lícia e é uma etapa importante no declínio do poder bizantino.

0661 - 0680 Mu'awiya, fundador da dinastia "Omyad", torna-se o califa e transfere a capital de Meca para Damasco.

0662 Egito caiu aos califas omíada e abássida até 868 dC. Um ano antes, o Crescente Fértil e a Pérsia renderam-se aos califados "Omya" e Abássidas, cujo governo durou até 1258 e 820, respectivamente.

0667 A Sicília é atacada por muçulmanos que saem da Tunísia.

0668 Primeiro Cerco a Constantinopla: Este ataque dura sete anos, com as forças muçulmanas geralmente gastando os invernos na ilha de Cyzicus, a poucos quilômetros ao sul de Constantinopla, e apenas navegando contra a cidade durante a primavera e o verão. meses. Os gregos são capazes de se defender de ataques repetidos com uma arma desesperadamente temida pelos árabes: o fogo grego. Ele queimou através de navios, escudos e carne e não pôde ser apagado assim que começou. Muawiyah tem que enviar emissários para o imperador Bizantino Constânio para pedir-lhe que deixe os sobreviventes voltarem para casa desimpedidos, um pedido que é concedido em troca de um tributo anual de 3.000 peças de ouro, cinquenta escravos e cinquenta cavalos árabes.

0669 A conquista muçulmana chega ao Marrocos no norte da África. A região estaria aberta ao governo do Omã e do Abássida até 800 dC.

0672 Muçulmanos sob Mauwiya eu capturar a ilha de Rodes.

0674 conquista árabe atinge o rio Indo.

23 de agosto de 0676 Nascimento de Charles Charel Martel em Herstal, Wallonia, Bélgica, filho ilegítimo de Pippin II. Servindo como Prefeito do Palácio do Reino dos Francos, Carlos lideraria uma força de cristãos que transforma um grupo de ataque muçulmano perto de Poitiers (ou Tours) que, de acordo com muitos historiadores, efetivamente deteria o avanço do Islã contra o Cristianismo. o Oeste.

0677 Os muçulmanos enviam uma grande frota contra Constantinopla em um esforço para finalmente romper a cidade, mas são tão derrotados pelo uso bizantino do fogo grego que são obrigados a pagar uma indenização ao imperador.

0680 Nascimento de Leão III, o imperador bizantino, ao longo da fronteira entre a Turquia e a Síria, na província síria de Commagene. As habilidades táticas de Leo seriam responsáveis ​​por reverter o segundo cerco muçulmano árabe à Constantinopla em 0717, pouco depois de ele ser eleito imperador.

0688 O imperador Justiniano II e o califa al-Malik assinam um tratado de paz que faz de Chipre um território neutro. Nos próximos 300 anos, o Chipre é governado conjuntamente pelos bizantinos e pelos árabes, apesar da contínua guerra entre eles em outros lugares.

0691 Nascimento de Hisham, 10º califa da Dinastia "Omiya". É sob Hisham que as forças muçulmanas farão suas mais profundas incursões na Europa Ocidental antes de serem detidos por Charles Martel na Batalha de Poitiers em 0732.

0698 Muçulmanos capturam Cartago no norte da África.

0700 muçulmanos de Pamntelleria invadem a ilha da Sicília.

0711 Com a posterior conquista do Egito, da Espanha e do norte da África, o Islã incluiu todo o império persa e a maior parte do antigo mundo romano sob o domínio islâmico. Os muçulmanos começaram a conquista de Sindh no Afeganistão.

Abril 0711 Tariq ibn Malik, um oficial berbere, cruza o estreito que separa a África e a Europa com um grupo de muçulmanos e entra na Espanha (al-Andalus, como os muçulmanos chamavam, uma palavra está etimologicamente ligada a "vândalos"). A primeira parada na conquista muçulmana da Espanha é no sopé de uma montanha que se chama Jabel Tarik, a Montanha de Tarik. Hoje é conhecido como Gibraltar. Houve época em que os berberes eram cristãos, mas recentemente se converteram em grande número ao islamismo após a conquista árabe do norte da África.

19 de julho de 0711 Batalha de Guadalete : Tariq ibn Ziyad mata o rei Rodrigo (ou Roderic), governante visigodo da Espanha, no rio Guadalete, no sul da Península Ibérica. Tariq ibn Ziyad desembarcou em Gibraltar com 7.000 muçulmanos a convite de herdeiros do falecido visigodo King Witica (Witiza) que queria se livrar de Rodrigo (esse grupo inclui Oppas, o bispo de Toledo e primaz de toda a Espanha, que por acaso ser o irmão do falecido rei Witica). Ziyad, no entanto, se recusa a voltar o controle da região para os herdeiros de Witica. Quase toda a península ibérica ficaria sob controle islâmico em 0718 EC.

0712 O governador muçulmano da África do Norte Musa ibn Nusayr segue Tariq ibn Ziyad com um exército de 18.000 como reforço para a conquista da Andaluzia. O pai de Musa fora um iemenita católico que estudava para ser sacerdote no Iraque quando foi capturado no Iraque por Khalid, a "Espada do Islã", e forçado a escolher entre conversão ou morte. Esta invasão do Iraque foi uma das últimas ordens militares dadas por Maomé antes de sua morte.

0714 Nascimento de Pippin III (Pippin the Short) em Jupille (Bélgica). Filho de Charles Martel e pai de Carlos Magno, em 0759 Pippin conquistaria Narbonne, a última fortaleza muçulmana na França, e assim expulsaria o Islã da França.

0715 Por este ano quase toda a Espanha está em mãos muçulmanas. A conquista muçulmana da Espanha levou apenas cerca de três anos, mas a reconquista cristã exigiria cerca de 460 anos (poderia ter sido mais rápido se os vários reinos cristãos não tivessem ficado na garganta um do outro na maior parte do tempo). O filho de Musa, Abd el-Aziz, é deixado no comando e faz de sua capital a cidade de Sevilha, onde se casou com Egilona, ​​viúva do rei Rodrigo. O califa Suleiman, um governante paranóico, teria assassinado El-Aziz e mandaria Musa para o exílio na sua aldeia natal do Iêmen para viver seus dias como mendigo.

0716 Lisboa é capturada pelos muçulmanos.

0717 Cordova (Qurtuba) se torna a capital das propriedades muçulmanas na Andaluzia (Espanha).

0717 Leão, o Isauriano, nascido ao longo da fronteira entre a Turquia e a Síria, na província síria de Commagene, revolta-se contra o usurpador Teodósio III e assume o trono do Império Bizantino.

15 de agosto de 0717 Segundo Cerco de Constantinopla : Aproveitando-se da agitação civil no Império Bizantino, o califa Sulieman envia 120.000 muçulmanos sob o comando de seu irmão, Moslemah, para lançar o segundo cerco de Constantinopla. Outra força de cerca de 100.000 muçulmanos com 1.800 galés chega logo da Síria e do Egito para ajudar. A maioria desses reforços é rapidamente destruída com o fogo grego. Eventualmente, os muçulmanos fora de Constantinopla começam a morrer de fome e, no inverno, eles também começam a congelar até a morte. Mesmo os búlgaros, geralmente hostis aos bizantinos, enviam uma força para destruir os reforços muçulmanos que marcham de Adrianópolis.

15 de agosto de 0718 Os muçulmanos abandonam o segundo cerco de Constantinopla. O seu fracasso aqui leva ao enfraquecimento do governo de Uyyad, em parte devido às pesadas perdas. Estima-se que dos 200.000 soldados que cercaram Constantinopla, apenas cerca de 30.000 chegaram a casa. Embora o Império Bizantino também sofra pesadas baixas e perca a maior parte de seu território ao sul das Montanhas Taurus, ao manter a linha aqui eles impedem que uma Europa desorganizada e militarmente inferior tenha de enfrentar uma invasão muçulmana no caminho mais curto possível. Em vez disso, a invasão árabe da Europa deve seguir pelo longo caminho pelo norte da África e pela Espanha, uma rota que impede o rápido reforço e, finalmente, se mostra ineficaz.

0719 Os muçulmanos atacam a Septimania no sul da França (assim chamada porque era a base das operações da Sétima Legião de Roma) e se estabelecem na região conhecida como Languedoc, que se tornou famosa várias centenas de anos depois como o centro doCharhar herey.

09 de julho de 0721 Um exército muçulmano sob o comando de Al-Semah e que cruzou os Pirineus é derrotado pelos francos perto de Toulouse. Al-Semah é morto e suas forças remanescentes, que anteriormente haviam conquistado Narbonne, são forçadas a cruzar os Pirineus até a Espanha.

0722 Batalha de Covadonga : Pelayo, (0690-0737) Nobre visigótico que foi eleito o primeiro rei das Astúrias (0718-0737), derrota um exército muçulmano em Alcama, perto de Covadonga. Isto é geralmente considerado como a primeira verdadeira vitória cristã sobre os muçulmanos na Reconquista.

0724 Hisham torna-se o décimo quinto califa da Dinastia Omiya. É sob Hisham que as forças muçulmanas fazem suas incursões mais profundas na Europa Ocidental antes de serem detidos por Charles Martel na Batalha de Poitiers em 0732.

0724 Sob o comando de Ambissa, emir da Andaluzia, forças muçulmanas atacam o sul da França e capturam as cidades de Carcassone e Nimes. Alvos primários nestes e em outros ataques são igrejas e mosteiros onde os muçulmanos tiram objetos sagrados e escravizam ou matam todos os clérigos.

0725 forças muçulmanas ocuparam Nimes, na França.

0730 Forças muçulmanas ocupam as cidades francesas de Narbonne e Avignon.

10 de outubro de 0732 Batalha de Tours : Com talvez 1.500 soldados, Charles Martel diz uma força muçulmana de cerca de 40.000 a 60.000 cavaleiros sob o comando de Abd al-Rahman Al Ghafiqi de se mudar para a Europa. Muitos consideram esta batalha decisiva na medida em que salvou a Europa do controle muçulmano. Gibbon escreveu: "Uma linha vitoriosa de marcha se estendera a mais de mil milhas da rocha de Gibraltar até as margens do Loire; a repetição de um espaço igual teria levado os sarracenos aos confins da Polônia e das Terras Altas da Escócia; o Reno não é mais intransponível que o Nilo ou o Eufrates, e a frota árabe poderia ter navegado sem um combate naval para a foz do Tâmisa.Talvez a interpretação do Alcorão fosse agora ensinada nas escolas de Oxford, e seus púlpitos poderiam demonstrar a um povo circuncidado a santidade e a verdade da revelação de Maomé. " Outros, no entanto, argumentam que a importância da batalha foi exagerada. Os nomes de Tours, Poitiers e Charles Martel não aparecem nas histórias árabes.

Eles listam a batalha sob o nome de Balat al-Shuhada, a Rodovia dos Mártires, e é tratada como um compromisso menor.

0735 invasores muçulmanos capturam a cidade de Arles.

0737 Charles Martel - envia seu irmão, Childebrand, para sitiar Avignon e expulsar os ocupantes muçulmanos. Childebrand é bem sucedida e, segundo os registros, todos os muçulmanos da cidade morreram.

0739 Já tendo retomado Narbonne, Beziers, Montpellier e Nimes nos últimos anos, Childebrand captura Marselha, uma das maiores cidades francesas ainda em mãos muçulmanas.

08 de junho de 0741 Morte de Leão III, o Isauriano, Bizantino Emperador. As habilidades táticas de Leo foram responsáveis ​​por reverter o segundo cerco muçulmano árabe de Constantinopla em 0717, pouco depois de ele ter sido eleito imperador.

22 de outubro de 0741 Morte de Charles Charles Martel em Quierzy (hoje condado de Aisne, na região da Picardia da França). Como prefeito do palácio do reino dos francos, Carlos liderara uma força de cristãos que transformou um grupo de invasores muçulmano perto de Poitiers (ou Tours) que, segundo muitos historiadores, efetivamente interrompeu o avanço do islamismo contra o cristianismo no Ocidente. .

04 de abril de 0742 Nascimento de Charlemagne, fundador do Império Franco.

0743 Morte de Hisham, 10º califa da Dinastia "Omiya". Foi sob Hisham que as forças muçulmanas fizeram suas mais profundas incursões na Europa Ocidental antes de serem detidas por Charles Martel na Batalha de Poitiers em 0732.

0750 As Mil e Uma Noites, uma compilação de histórias escritas sob o reinado dos Abbas, tornaram-se representativas do estilo de vida e administração desse governo influenciado pelos persas.

0750 - 0850 As Quatro Escolas Ortodoxas da Lei Islâmica foram estabelecidas.

0750 - Os Abássidas - assumem o controle do mundo islâmico (exceto a Espanha, que cai sob o controle de um descendente da família "Uyyad") e mudaram a capital para Bagdá, no Iraque. O califado abássida duraria até 1258.

Setembro de 0755 Abd al-Rahman, da dinastia "Uyyad", foge para a Espanha para escapar dos "abássidas" e seria responsável pela criação do "califado de ouro" na Espanha.

0756 O emirado de Córdoba é estabelecido por Souyyad refugee Abd al-Rahman I para ressuscitar o califado omíada derrotado que tinha sido destruído em 0750 pelos Abbas. Cordova se tornaria independente do Império Abássida e representaria a primeira grande divisão política dentro do Islã. O isolamento político e geográfico do califado de Córdoba tornaria mais fácil para os cristãos conquistá-lo decisivamente, apesar de seus fracassos em outros lugares, embora isso não seja concluído até 1492.

0759 Os árabes perdem a cidade de Narbonne, na França, sua conquista mais distante e última em território franco. Ao capturar esta cidade, Pippin III (Pippin the Short) termina as incursões muçulmanas na França.

0768 O filho de Pepino, Carolus Magnus (Carlos Magno), sucedeu seu pai e tornou-se um dos mais importantes governantes europeus da história medieval.

24 de setembro de 0768 Morte de Pippin III (Pippin the Short) em Saint Denis. Filho de Charles Charles e pai de Carlos Magno, em 0759 Pippin capturou Narbonne, a última fortaleza muçulmana na França, e com isso expulsou o islamismo da França.

0778 Carlos Magno, rei dos francos e futuro imperador romano de Roma, é convidado por um grupo de líderes árabes no nordeste da Espanha para atacar Abd al-Rahman I, governante do emirado de Córdoba. Charlemagne Obriga-os, mas é forçado a recuar depois de chegar apenas a Saragoça. É durante a sua marcha pelos Pirinéus que as suas forças são atacadas pelos bascos. Entre os muitos que morrem encontra-se o líder de guerra Roland de Breton, morto em Roncevalles, cuja memória foi preservada no "Chanson de Roland", um importante poema épico durante a Idade Média.

0785 A Grande Mesquita de Córdoba, na Espanha controlada pelos muçulmanos, foi construída.

0787 dinamarqueses invadem a Inglaterra pela primeira vez.

0788 Morte de Abd al-Rahman I, fundador do 'Uyyad'Emirate of Cordova. Seu sucessor é Hisham I.

0792 Hisham I, emir de Córdoba, pede uma jihad contra os infieis na Andaluzia e na França. Dezenas de milhares de pessoas de lugares tão distantes como a Síria enviaram seu chamado e cruzaram os Pirineus para subjugar a França. Cidades como Narbonne são destruídas, mas a invasão é definitivamente odiada em Carcassone.

0796 Morte de Hisham I, emir de Córdoba. Seu sucessor é seu filho, al-Hakam, que manteria a jihad contra os cristãos, mas também seria forçado a enfrentar a rebelião em casa.

0799 Os bascos se levantam em revolta e matam o governador muçulmano local de Pamplona.

0800 O norte da África fica sob o domínio da dinastia de Aghlabi de Túnis, que duraria até 0909 EC.

0800 - 1200 judeus experimentam uma "idade de ouro" da criatividade e tolerância na Espanha sob o domínio mouro (muçulmano).

0800 Os embaixadores do califa Harunu r-Rashid entregam as chaves do Santo Sepulcro ao rei franco, reconhecendo assim algum controle franco sobre os interesses dos cristãos em Jerusalém.

0801 Vikings começam a vender escravos para os muçulmanos.

0806 Hien Tsung se torna o imperador da China. Durante seu reinado, a falta de cobre leva à introdução do papel-moeda.

0813 Muçulmanos atacam o Civi Vecchia, perto de Roma.

04 de abril de 0814 Morte de Carlos Magno, fundador do Império Franco.

0816 Com o apoio dos mouros, os bascos se revoltam contra os francos na Glascony.

0822 Morte de Al-Hakam, emir de Córdoba. Ele é sucedido por Abd al-Rahman II.

Junho 0827 A Sicília é invadida por muçulmanos - que, desta vez, estão tentando assumir o controle da ilha, em vez de simplesmente levar o saque. Eles são inicialmente auxiliados por Euphemius, um comandante naval bizantino que está se rebelando contra o imperador. A conquista da ilha exigiria 75 anos de luta dura.

0831 invasores muçulmanos capturam a cidade siciliana de Palermo e fazem dela sua capital.

0835 Nascimento de Ahmad Ibn Tultun, fundador da dinastia Tulunid no Egito. Originalmente enviado para lá como deputado pelo Califado Califa, Tultun se estabelecerá como um poder independente na região, estendendo seu controle até o norte da Síria. É sob Tultun que a Grande Mesquita do Cairo é construída.

0838 saqueadores muçulmanos saqueiam Marselha.

0841 Forças muçulmanas capturam Bari, princípio da base bizantina no sudeste da Itália.

0846 invasores muçulmanos navegam uma frota de navios da África até o rio Tibre e atacam as áreas periféricas ao redor de Ostia e Roma. Alguns conseguem entrar em Roma e danificar as igrejas de São Pedro e São Paulo. Não até que o Leo Leo IV prometa um tributo anual de 25.000 moedas de prata para os atacantes saírem. A Muralha de Leonine foi construída para evitar novos ataques como este.

0849 Batalha de Ostia : O monarca Aghlabid Muhammad envia uma frota de navios da Sardenha para atacar Roma. Enquanto a frota se prepara para desembarcar tropas, a combinação de uma grande tempestade e uma aliança de forças cristãs foram capazes de destruir os navios muçulmanos.

0850 A Acrópole do Zimbábue foi construída na Rodésia.

0850 Perfectus, um padre cristão em Cordova muçulmano, é executado depois que ele se recusa a retratar numerosos insultos que ele fez sobre o profeta Maomé. Numerosos outros sacerdotes, monges e leigos seguiriam à medida que os cristãos se apegassem ao martírio.

0851 Abd al-Rahman II tem onze jovens cristãos executados na cidade de Córdoba depois que eles deliberadamente buscam o martírio insultando o profeta Maomé.

0852 Morte de Abd al-Rahman II, emir de Córdoba.

0858 invasores muçulmanos atacam Constantinopla.

0859 invasores muçulmanos capturam a cidade siciliana de Castrogiovanni (Enna), abatendo vários milhares de habitantes.

0863 Sob Cirilo (0826 - 0869) e Metódio (c. 0815 - 0885) a conversão da Morávia começa. Os dois irmãos foram enviados pelo patriarca de Constantinopla para a Morávia, onde o governante, Rostovav, decretou em 863 que qualquer pregação deveria estar na língua do povo. Como resultado, Cirilo e Metódio desenvolveram o primeiro alfabeto utilizável para a língua eslava - assim, o alfabeto cirílico.

0866 O imperador Louis II viaja da Alemanha para o sul da Itália para combater os invasores muçulmanos causando problemas lá.

0868 A dinastia Sattarida, cujo governo continuaria até 0930 EC, estendeu o controle muçulmano pela maior parte da Pérsia. No Egito, o 'Abbas' e o 'Omãyad'caliphates terminaram e a dinastia egípcia Tulunid assumiu (durando até 904 EC).

0869 árabes capturam a ilha de Malta.

0870 Depois de um mês de cerco, a cidade siciliana de Siracusa é capturada por invasores muçulmanos.

0871 O rei Alfredo, o Grande da Inglaterra, criou um sistema de governo e educação que permitia a unificação de estados anglo-saxões menores nos séculos IX e X.

0874 A Islândia é colonizada por vikings da Noruega.

0876 Muçulmanos saqueiam Campagna na Itália.

0879 O Império Seljúcida une a Mesopotâmia e uma grande porção da Pérsia.

0880 Sob o Imperador Basílio, os bizantinos recapturam terras ocupadas por árabes na Itália.

0884 Morte de Ahmad Ibn Tultun, fundador da dinastia Tulunid no Egito. Originalmente enviado como deputado pelo Califado Abássida, Tultun estabeleceu-se como um poder independente na região, estendendo seu controle até o norte da Síria. É sob Tultun que a Grande Mesquita do Cairo é construída.

0884 Os muçulmanos que invadiram a Itália incendiaram o mosteiro de Monte Cassino.

0898 Nascimento de Abd al-Rahman III, geralmente considerado como o maior dos 'Jamayad caliphs na Andaluzia. Sob seu governo, Cordova se tornaria um dos mais poderosos centros de aprendizado e poder islâmicos.

0900 Os fatímidas do Egito conquistaram o norte da África e incluíram o território como uma extensão do Egito até 0972 EC.

0900 maias emigram para a Península de Yucatán.

0902 A conquista muçulmana da Sicília é completada quando a última fortaleza cristã, a cidade de Taorminia, é capturada. O domínio muçulmano da Sicília duraria 264 anos.

0905 A dinastia de Tulunid no Egito é destruída por um Abbasidarma enviado para restabelecer o controle sobre a região do Egito e da Síria.

0909 A Sicília ficou sob o controle do governo dos fatímidas no norte da África e no Egito até 1071 EC. De 0878 até 0909 CE, seu governo da Sicília era incerto.

0909 A dinastia fatímida assume o controle do Egito. Alegando descendência de Fátima, filha do profeta Maomé e Ali bin Abi Talib, os fatímidas governariam o Egito até serem derrubados pelos Auyybids e Saaldinin em 1171.

0911 Os muçulmanos controlam todos os passes nos Alpes entre a França e a Itália, impedindo a passagem entre os dois países.

0912 Abd al-Rahman III torna-se o "Omãyad" Califa na Andaluzia.

0916 Uma força combinada de imperadores gregos e alemães e cidades-estados italianas derrotam os invasores muçulmanos em Garigliano, pondo fim às incursões muçulmanas na Itália.

0920 Forças muçulmanas cruzam os Pireneus, entram na Gasconha e chegam até os portões de Toulouse.

0929 Abd al-Rahman III transforma o Emirado de Córdoba em califado independente e não mais sob controle teórico de Bagdá.

0935 - 0969 A regra do Egito estava sob a dinastia Ikhidid.

0936 O Althing, o órgão mais antigo do governo representativo na Europa, é estabelecido na Islândia pelos Vikings.

0939 Madri é recapturada das forças muçulmanas.

0940 Hugh, conde da Provença, dá sua proteção aos mouros em St. Tropez se eles concordarem em manter os passes alpinos fechados para seu rival, Berenger.

c. 0950 O catolicismo torna-se uma religião predominante e dominante em toda a Europa.

0950 Segundo a historiografia tradicional, a Europa entra na Idade das Trevas.

0953 O imperador Otto I envia representantes a Córdoba para pedir ao califa Abd al-Rahman III para expulsar alguns invasores muçulmanos que se instalaram nos desfiladeiros alpinos e estão atacando caravanas de comerciantes que entram e saem da Itália.

0961 Morte de Abd al-Rahman III, geralmente considerado como o maior dos Jamayadscaliphs na Andaluzia. Sob seu governo, Cordova tornou-se um dos centros mais poderosos de aprendizado e poder islâmicos. Ele é sucedido por Abdallah, um califa que mataria muitos de seus rivais (até mesmo membros da família) e capturou cristãos decapitados se eles se recusarem a se converter ao cristianismo.

0961 Sob o comando do general Nicéforo Focas, os bizantinos recapturam Creta de rebeldes muçulmanos que haviam fugido de Córdoba.

0965 O imperador bizantino Nicéforo Focas reconquista Chipre dos muçulmanos.

0965 Grenoble é recapturado dos muçulmanos.

0969 A dinastia fatímida (xiita) toma o Egito dos Ikshidids e assume o título de califado no Egito até 1171 CE.

0969 O imperador bizantino Nicéforo II Phocas reconquista Antioch (moderna Antakya, capital da província Hatay) dos árabes.

0972 Os fatímidas do Egito tentam conquistar o norte da África.

0972 Os muçulmanos no distrito de Sisteron da França se rendem às forças cristãs e seu líder pede para ser batizado.

0981 Eric the Red é exilado da Islândia e se instala em uma nova terra que ele chamou de Groenlândia, a fim de atrair os colonos.

0981 Ramiro III, rei de Leão, é derrotado por Al-Mansur Ibn Abi Aamir (Almanzor) em Rueda e é forçado a começar a pagar tributo ao califa de Córdoba.

0985 Al-Mansur Ibn Abi Aamir saca Barcelona

0994 O mosteiro de Monte Cassino é destruído pela segunda vez por árabes.

0995 Idade de ouro literária e artística japonesa começa sob o Imperador Fujiwara Michinaga (governou 0995-1028).

03 de julho de 1997 Sob a liderança de Almanzor, as forças muçulmanas saem da cidade de Córdoba e seguem para o norte para capturar terras cristãs.

11 de agosto de 0997 As forças muçulmanas sob Almanzor chegam à cidade de Compostela. A cidade foi evacuada e Almanzor a incendeia no chão.

0998 Veneza conquista o porto adriático de Zara. Os venezianos acabariam perdendo a cidade para os húngaros e, em 1202, ofereceram um acordo aos soldados da Quarta Cruzada: capturar a cidade novamente para eles em troca de passagem para o Egito.

c. 1000 chineses aperfeiçoam a produção e o uso de pólvora.

1000 O Império Turco Seljúcida (Saljuq) é fundado por um bey (chefe) turco de Oghuz chamado Seljuk. Originalmente do país das estepes ao redor do Mar Cáspio, os Seljuks são os ancestrais dos turcos ocidentais, habitantes atuais da Turquia, Turcomenistão, Uzbequistão e Azerbaijão. 08 de agosto de 1002 Morte de Al-Mansur Ibn Abi Aamir, governante de Al-Andalus, no caminho de volta de invadir a região de Rioja.

1004 invasores árabes saqueiam a cidade italiana de Pisa.

1007 Nascimento de Isaac I Comnenus, imperador bizantino. Fundador da dinastia dos Comneni, as reformas do governo de Isaac podem ter ajudado o Império Bizantino a durar mais tempo.

1009 O Santo Sepulcro em Jerusalém é destruído pelos exércitos muçulmanos.

1009 O califa Al-Hakim bi-Amr Allah, fundador da seita drusa e do sexto califa fatimida no Egito, ordena que o Santo Sepulcro e todos os edifícios cristãos em Jerusalém sejam destruídos. Na Europa, há um boato de que um "Príncipe da Babilônia" ordenou a destruição do Santo Sepulcro por instigação dos judeus. Ataques a comunidades judaicas - em cidades como Rouen, Orelans e Mainz acontecem e esse boato ajuda a estabelecer a base para massacres de comunidades judaicas por cruzados marchando para a Terra Santa.

1009 Sulaimann, neto de Abd al-Rahman III, devolve mais de 200 fortalezas capturadas aos castelhanos em troca de embarques maciços de comida para seu exército.

1012 O califa Al-Hakim bi-Amr Allah, fundador da seita drusa e do sexto califa fatímida no Egito, ordena a destruição de todas as casas de culto cristãs e judaicas em suas terras.

1012 As forças berberes capturam Córdoba e ordenam que metade da população seja executada.

1013 judeus são expulsos do califa de Cálato, então governado por Sulaimann.

1015 forças muçulmanas árabes conquistam a Sardenha.

1016 A "Casa da Rocha" Jerusalém é parcialmente destruída por terremotos.

1020 Mercadores de Amalfi e Salerno recebem permissão do califa egípcio para construir um hospício em Jerusalém. Fora disso, eventualmente, crescer a Ordem dos Cavaleiros do Hospital de St. John ofJerusalem (também conhecido como: Cavaleiros de Malta, Cavaleiros de Rodes, e mais comumente como Cavaleiros Hospitalários).

1021 O califa al-Hakim proclamou-se divino e fundou o ruze sect.

1022 Vários Catharherherics são descobertos em Toulouse e executados até a morte.

1023 muçulmanos expulsam os governantes berberes de Córdoba e instalam Abd er-Rahman V como califa.

1025 O poder do Império Bizantino começa a declinar.

1026 Ricardo II da Normandia lidera um grupo de várias centenas de homens armados em uma peregrinação à Terra Santa, na crença de que o Dia do Juízo Final havia chegado. Turkish control of the region hampers their goals, however.

1027 The Frankish protectorate over Christian interests in Jerusalem is replaced by af protectorate. Byzantine leaders begin the reconstruction of the Holy Sepulcher.

1029 Alp Arslan, "The Lion Hero, " is born. Arslan is the son of Togrul Beg, conqueror of Baghdad who made himself ruler of the Caliphate, and great-grandson of Seljuk, founder of the Seljuk Turkish empire.

1031 The Moorish Caliphate of C rdoba falls.

1031 The emir of Aleppo has the Krak des Chevaliers contructed.

1033 Castile is retaken from the Arabs.

1035 The Byzantines make a landing in Sicily, but don't try to recapture the island from the Muslims.

1038 The Seljuk Turks become established in Persia.

1042 The rise of the Seljuk Turks begins.

1045 - 1099 1099 Life of Ruy Diaz de Vivar, known as El Cid (Arabic for "lord"), national hero of Spain. El Cid would become famous for his efforts to drive the Moors out of Spain.

May 18, 1048 Persian poet Umar Khayyam is born. His poem The Rubaiyat became popular in the West because of its use by Victorian Edward Fitzgerald.

1050 - 1200 The first agricultural revolution of Medieval Europe begins in 1050 CE with a shift to the northern lands for cultivation, a period of improved climate from 700 CE to 1200 CE in western Europe, and the widespread use and perfection of new farming devices. Technological innovations include the use of the heavy plow, the three-field system of crop rotation, the use of mills for processing cloth, brewing beer, crushing pulp for paper manufacture, and the widespread use of iron and horses. With an increase in agricultural advancements, Western towns and trade grow exponentially and Western Europe returns to a money economy.

1050 Duke Bohemond I (Bohemond Of Taranto, French Boh mond De Tarente), prince of Otranto (1089 1111) is born. One of the leaders of the First Crusade, Bohemond would be largely responsible for the capture of Antioch and he secures the title Prince of Antioch (1098 - 1101, 1103 - 04).

1050 Byzantine emperor Constantine IX Monomachos restores the complex of the Holy Sepulcher in Jerusalem.

1054 A famine in Egypt forces al Mustansir, 8th Fatimid caliph, to seek food and other commercial assistance from Italy and the Byzantine Empire.

July 16, 1054 Great Schism: The Western Christian Church, in an effort to further enhance its power, had tried to impose Latin rites on Greek churches in southern Italy in 1052; as a consequence, Latin churches in Constantinople were closed. In the end, this leads to the excommunication of Michael Cerularius, patriarch of Constantinople (who in turn excommunicates Pope Leo IX). Although generally regarded as a minor event at the time, today it is treated as the final event that sealed the Great Schism between Eastern and Western Christianity.

1055 Seljuk Turks capture Baghdad.

1056 The Almoravid (al-Murabitun) Dynasty begins its rise to power. Taking the name "those who line up in defense of the faith, " this is a group of fanatical Berber Muslims who would rule North Africa and Spain until 1147.

1061 Roger Guiscard lands at Sicily with a large Norman force and captures the city of Masara. The Norman reconquest of Sicily would require another 30 years.

1063 Alp Arslan succeeds his father, Togrul Beg, as ruler of the Baghdad Caliphate and the Seljuk Turks.

1064 The Seljuk Turks conquer Christian Armenia.

September 29, 1066 William the Conqueror invades England and claims the English throne at the Battle of Hastings. Because William is both the King of England and the Duke of Normandy, The Norman Conquest fuses French and English cultures. The language of England evolves into Middle English with an English syntax and grammar and a heavily French vocabulary.

1067 Romanus IV Diogenes becomes the Byzantine Emperor.

1068 Alp Arslan invades the Byzantine Empire and is repulsed by Romanus IV Diogenes over the course of three campaigns. Not until 1070, though, would the Turks be driven back across the Euphrates river.

1070 Seljuk Turks capture Jerusalem from the Fatimids. Seljuk rule is not quite as tolerant as that of the Fatimids and Christian pilgrims begin returning to Europe with tales of persecution and oppression.

1070 Brother Gerard, a leader of the Benedictine monks and nuns who run the hospices in Jerusalem. beings to organize The Order of Knights of the Hospital of St. John of Jerusalem (also known as: Knights of Malta, Knights of Rhodes, and most commonly as Knights Hospitaller) as a more military force for the active protection of Christian pilgrims.

1071 Normans conquer the last Byzantine holdings in Italy.

1071 - 1085 Seljuk Turks conquer most of Syria and Palestine.

August 19, 1071 Battle of Manzikert : Alp Arslan leads an army of Seljuk Turks against the Byzantine Empire near Lake Van. Numbering perhaps as many as 100, 000 men, the Turks take the fortresses of Akhlat and Manzikert before Byzantine Emperor Romanus IV Diogenes can respond. Although Diogenes is able to recapture Akhlat, the siege of Manzikert fails when a Turkish relief force arrives and Andronicus Ducas, an enemy of Romanus Diogenes, refuses to obey orders to fight. Diogenes himself is captured and released, but he would be murdered after his return to Constantinople. Partly because of the defeat at Manzikert and partly due to the civil wars following the murder of Digoenes, Asia Minor would be left open to Turkish invasion.

1072 Tancred of Hauteville is born. A grandson of Robert Guiscard and nephew of Bohemund of Taranto, Tancred would become a leader of the First Crusade and eventually regent of the Principality of Antioch.

December 15, 1072 Malik Shah I, son of Alp Arslan, succeeds his father as Seljuk Sultan.

1073 Seljuk Turks conquer Ankara.

July 1074 El Cid marries Jimena, niece of Alfonso IV of Castile and daughter of the Count of Oviedo.

1076 First recorded execution in England by the ax: the Earl of Huntingdon.

1078 Seljuk Turks capture Nicaea. It would change hands three more times, finally coming under control of the Turks again in 1086.

1079 Battle of Cabra : El Cid led his troops to a rout of Emir Abd Allah of Granada.

1080 Order of the Hospital of St. John is founded in Italy. This special order of knights was dedicated to guarding a pilgrim hospital, or hostel, in Jerusalem.

1080 An Armenian state is founded in Cilicia, a district on the southeastern coast of Asia Minor (Turkey), north of Cyprus, by refugees feeling the Seljuk invasion of their Armenian homeland. A Christian kingdom located in the midst of hostile Muslim states and lacking good relations with the Byzantine Empire, "Armenia Minor" would provide important assistance to Crusaders from Europe.

1081 - 1118 Alexius I Comnenus is Byzantine emperor.

1081 El Cid, now a mercenary because he had been exiled by Alfonso IV of Castile, enters the service of the Moorish king of the northeast Spanish city of Zaragosa, al-Mu'tamin, and would remain there for his successor, al-Mu'tamin II.

1082 Ibn Tumart, founder of the Amohad Dynasty, is born in the Atlas mountains.

1084 Seljuk Turks conquer Antioch, a strategically important city.

October 25, 1085 The Moors are expelled from Toledo, Spain, by Alfonso VI.

October 23, 1086 Battle of Zallaca (Sagrajas): Spanish forces under Alfonso VI of Castile are defeated by the Moors and their allies, the Almorivids (Berbers from Morocco and Algeria, led by Yusef I ibn Tashufin), thus preserving Muslim rule in al-Andalus. The slaughter of Spaniards was great and Yusef refused to abide by his agreement to leave Andalusia in the hands of the Moors. His intention was actually to make Andalusia an African colony ruled by the Almorivids in Morocco.

1087 After his crushing defeat at Zallaqa, Alfonso VI swallows his pride and recalls El Cid from exile.

September 13, 1087 Birth of John II Comnenus, Byzantine emperor.

1088 Patzinak Turks begin forming settlements between the Danube and the Balkans.

March 12, 1088 Urban II is elected pope. An active supporter of the Gregorian reforms, Urban would become responsible for launching the First Crusade.

1089 Byzantine forces conquer the island of Crete.

1090 Yusuf Ibn Tashfin, King of the Almoravids, captures Granada.

1091 The Normans recapture Sicily from the Muslims.

1091 Cordova (Qurtuba) is captured by the Almoravids.

1092 After the death of Seljuk Sultan (al-sultan, "the power") Malik Shah I, the capital of the Seljuks is moved from Iconjium to Smyrna and the empire itself dissolves into several smaller states.

May 1094 El Cid captures Valencia from the Moors, carving out his own kingdom along the Mediterranean that is only nominally subservient to Alfonso VI of Castile. Valencia would be both Christian and Muslim, with adherents of both religions serving in his army.

August 1094 The Almoravids from Morocco land near Cuarte and lay siege to Valencia with 50, 000 menjavascript:void(0). El Cid, however, breaks the siege and forces the Amoravids to flee - the first Christian victory against the hard-fighting Africans.

November 18, 1095 Pope Urban II opens the Council of Clermont where ambassadors from the Byzantine emperor Alexius I Comnenus, asking help against the Muslims, were warmly received.

Sonhos proféticos: você está sonhando com o futuro?

Sonhos proféticos: você está sonhando com o futuro?

Jainism Crenças: Os Cinco Grandes Votos e os Doze Votos dos Leigos

Jainism Crenças: Os Cinco Grandes Votos e os Doze Votos dos Leigos

A vida do Padre Pio, santo católico

A vida do Padre Pio, santo católico